Você está aqui:

O Cartório

 

TABELIONATO DE PROTESTO DE TÍTULOS 1º OFÍCIO – SALVADOR 

Breve Histórico.

O Tabelionato de Protesto de Títulos 1º Ofício foi criado pela Lei nº 1082/1915, sancionada em 19/06/1915, pelo então Governador da Bahia, José Joaquim Seabra, para o fim especial de "protesto das letras, títulos de dívida e contas", desligando essa função dos "Escrivães do Comércio", que antes exerciam a função do protesto extrajudicial, em Salvador, passando a assumir a titularidade do cartório, serventuário nomeado à época.

Este Tabelionato de Protesto atuou em caráter privado até 1973, quando à época passou a ser oficializado juntamente com as demais serventias extrajudiciais da Bahia, vindo a ser administradas pelo Tribunal de Justiça da Bahia até 26/03/2012.

Com o advento da Lei nº 12.352/11, de 08/09/2011, sancionada pelo Governador Jaques Wagner e publicada em 09/09/2011 no Diário Oficial da Bahia, este Tabelionato de Protesto de Títulos 1º Ofício, junto às demais serventias notariais e registrais da Bahia, foram privatizados, vindo a atuar de forma privada, a partir de 26 de março de 2012, aplicando a Tabela de Emolumentos, prevista na Lei nº 12.373, de 23/12/2011.



MISSAO, VISÃO E VALORES

Missão: 


Prestar ao público serviços notariais com qualidade, eficiência, ética, motivação e comprometimento dos nossos profissionais.

Visão:

Ser referência na prestação de serviços notariais, mantendo um crescimento contínuo na conquista de novos clientes, atendendo às necessidades das partes com respeito e eficiência.

Valores:

  • Segurança jurídica
  • Atendimento de qualidade
  • Satisfação das partes
  • Ética e confiança
  • Ambiente de trabalho positivo
  • Trabalho em equipe


Política de Qualidade

Prestar serviços notariais com qualidade e pontualidade, baseados na melhoria contínua do Sistema de Gestão da Qualidade, na capacitação dos colaboradores e na satisfação dos clientes.

 


NOTÍCIAS
28 FEV 2019

Tabela de Emolumentos 2019

O TJBA divulgou o ajuste nos valores dos emolumentos e taxas do ano de 2019 que está em vigor desde 07/03.


Clique aqui e confira as informações da tabela.